Alpha Notícias

É nota 10! Alunos e professores aprovam “Escola de Notícia”

Dicas e orientações ensinam estudantes a lerem informações corretamente e a identificarem as notícias falsas, separando o joio do trigo

 

Aprendizado. Crianças do Instituto Alpha Lumen durante visita à redação de OVALE realizada em 2019. Foto: Pedro Ivo Prates/ Arquivo Alpha Lumen

 

 

Nota 10!

 

O Escola de Notícias, programa criado pela TVOVALE para ajudar alunos, professores e leitores a identificarem fake news, separando verdade e mentira, está recebendo nota máxima!

 

A nova ferramenta de OVALE, que é publicada nas redes sociais, já chamou a atenção, por exemplo, da Unitau (Univesidade de Taubaté), que fez um convite à redação para a participação em um debate a respeito de notícias falsas.

 

A Univap (Universidade de Taubaté) também pretende usar o material em suas aulas de jornalismo, assim como de diversas escolas da RMVale.

 

O novo projeto foi lançado na semana passada, ao lado da ferramenta Verifica OVALE, que prevê uma checagem em tempo real de notícias, verdadeiras ou falsas, que surjam na região durante o período de pandemia.

 

ANÁLISE

“A sociedade precisa muito de notícias, mas como garantir que elas sejam confiáveis? Nada melhor que dar ao cidadãos a oportunidade de eles mesmos fazerem essa análise crítica por meio do ‘letramento midiático'”, diz Kátia Zanvettor, pesquisadora e professora de jornalismo da Univap. “Acredito que o projeto tem esse papel: ensinar as pessoas a fazer a leitura crítica da mídia e, assim, ter condições de se armar contra a desinformação”, afirma.

 

“É uma contribuição importante para as aulas nas escolas, de maneira didática, e apresentada por profissionais muito competentes e que a gente pode realmente usar isso nas escolas, nas aulas de cursos tecnológicos”, diz Maria Cristina Pavani, assessora pedagógica do instituto Alpha Lumen.

 

“Ficou muito bacana o quadro, muito didático, a população merece informações fáceis de assimilar e com conteúdo de suma importância. Estão de parabéns!”, declarou Klaus Coelho Calegão, presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de São José dos Campos.

 


FONTE: O VALE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *